Alunos criam oficina sobre Impressora 3D

Após a criação de Comitê do HUB, grupo de professores e alunos que desenvolvem atividades para o espaço,  alguns alunos dos 9.os e 8.os anos decidiram produzir uma aula sobre como utilizar a impressora 3D para os seus colegas mais novos. Foram no total três aulas com cerca de 40 alunos cada dos 6.os e 7.os anos.

impressora_3D_1

“O objetivo do Comitê do HUB é escutar o que a comunidade Band está esperando desse ambiente e o que podemos fazer pra movimentá-lo”, explicou Tiago Eugênio, professor de Ciências.

impressora_3D_4

Para poder apropriarem-se devidamente do espaço, os alunos foram apresentados a cultura “maker space” e montaram um quadro na metodologia de design thinking, ou seja, um quadro de post its para a organização de pensamento. Este quadro diagnosticou quais as iniciativas necessárias para utilizar o HUB, entre elas surgiu a ideia de montar uma oficina da Impressora 3D

impressora_3D_3A partir disso, os alunos do 9.o ano David Silva, Diego Zancanelli, João Pedro Nobre e Luiza Motta, do 8.o ano, pesquisaram, estudaram e se prepararam para produzirem as aulas. “Eles foram muito pró-ativos e autonômos; aprenderam sozinhos a usar o programa Thinker Cad (programa de design 3D) a ponto de ensinar para os outros alunos”, contou Tiago.

impressora_3D_2

“Nunca tinha imaginado em ser professor, mas quando senti ali na pele achei bem legal”, comentou David Silva. “O legal de um aluno ensinando outro é que pude perceber como os professores ensinam e, assim, saber como eu gostaria que eles ensinassem”, completou.

Band discute material didático digital na Bienal

Compartilhando os conhecimentos sobre o uso dos tablets nas salas de aula no Band, o Diretor de Tecnologia Educacional, Emerson Pereira, participou de um bate-papo sobre o futuro do material didático na Bienal do Livro. Também participou da conversa Fernando Moraes Fonseca, da Editora FTD, e como moderadora Susanna Florissi, coordenadora da Comissão do Livro Digital da ABL.

bienal_2

A mesa “Modelos de Negócios para o Livro Digital na Educação”, parte do 5.o Congresso Internacional do Livro Digital, abordou as experiências do uso do material didático digital e sobre o futuro do material em papel. “Estamos vivendo um momento híbrido, portanto, de transição do papel para o digital”, explicou Emerson.

“Não estamos só trabalhando com livros e apostilas, mas também estamos usando os tablets e Plataformas Adaptativas”, contou. “Os computadores, até uma década atrás, eram usados para computação de dados, e hoje, além disso, também são usados para conectar pessoas”, completou.

Segundo Emerson, o Band desde o começo de sua História (há 70 anos) até hoje continua sendo pioneiro no que se diz respeito à educação. “Um novo modelo de ensino, ainda sem forma, está sendo construído no universo da educação; o Band está buscando maneiras de construir junto esse modelo”, finalizou.